Maquiavel

Até hoje utilizamos o termo maquiavélico de forma pejorativa, para designar uma manipulação, um ato esperto, astuto, imoral. Por que isso ocorre?
Desde os filósofos da Grécia antiga e da escolástica, acreditava-se que somente homens éticos poderiam gerar uma sociedade harmoniosa. Maquiavel promoveu uma importante ruptura com esse pensamento dominante, não vendo a necessidade de um comportamento moralmente correto para que haja uma boa convivência coletiva. Segundo o filósofo italiano, devem-se utilizar pragmaticamente quaisquer meios necessários a fim de garantir o funcionamento da sociedade. Para cumprir este objetivo, Maquiavel afirma que mais do que o convencimento, é a mão firme do estado que deve garantir a harmonia social.
Maquiavel não assume a posição própria de uma teoria pedagógica, mas se olharmos somente o conteúdo teórico de sua filosofia política, é possível concluir que para ele um bom modelo de escola seria aquele que estivesse a serviço da formação de um comportamento cívico.

Conteúdo:
- As limitações morais do homem
- Uma Filosofia Política
- Papel do governante para manter uma sociedade em harmonia
- Contrato social
- Educação e disciplina
- Formação do comportamento cívico

 

R$ 60,00

Comprar

Esse vídeo faz parte da coleção Filósofos e a Educação. Clique aqui para comprar a coleção toda por 880,00